Tuesday, September 12, 2006

Suástica

Suástica ou cruz gamada é um símbolo encontrado em muitas civilizações, tais como os Hopi (antiga tribo indígena norte-americana), Astecas, Celtas (antiga civilização indo-européia), Budistas, Gregos e Hindus.Este símbolo foi utilizado por Adolf Hitler pois ele a achava parecida com uma engrenagem. Ele a usou com a intenção de simbolizar uma Revolução Industrial na Alemanha, que, já arrasada pelo Tratado de Versalhes e pela crise de 1929 encontrava-se em péssimas situações.A imagem da cruz suástica foi utilizada primeiramente no Período Neolítico, na Eurásia.
A Suástica é utilizada também em diversas cerimônias civis e religiosas da Índia: templos indianos, casamentos, festas típica e celebrações são decoradas com suásticas.
No Brasil, o uso da suástica para fins nazistas é crime, de acordo com a lei 7.716 de 1998 (com alterações da lei 9.459, de 1995), como dispõe o parágr
afo primeiro do seu artigo 20:
§ 1ºFica proibido fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo.Pena: reclusão de dois a cinco anos e multa.

O nazismo


O nazismo foi implantado por Adolf Hitler(1889-1945) um ex-cabo do exército alemão nascido na Áustria.O nazismo é um sistema político totalitário (poder absoluto na mão do governo), anti-democrático, anti-parlamentar e anti-liberal.Hitler pregava o arianismo, a superioridade da raça branca alemã com a idéia de raça pura sobre as demais; o anti-semitismo, perseguição aos judeus que eram vistos como culpados pela crise alemã, bem como aos eslavos, ciganos, homossexuais comunistas e deficientes fiscos e mentais e testemunhas de Jeová. Ele também criticava o Tratado de Versalhes que impunha pesados tributos de guerra a Alemanha, levando-a para uma grave crise. Defendia o nacionalismo alemão para formação do IIIReich (Terceiro Império).

O nazismo (continuação)

A ascendência do nazismo se deu após o final da I Guerra Mundial. Com a situação de miséria que a maioria da população alemã passava, foram surgindo partidos políticos representados por organizações operárias e partidos ultranacionalistas como o partido de Hitler, o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (PNSTA, em alemão NAZI, daí a origem do termo nazista). Indo ao encontro das reivindicações do povo alemão e com seus discursos ideológicos, Hitler foi ganhando apoio e fortalecendo sua liderança, até que tentou conquistar o poder através de um golpe de Estado que fracassou, ocasionando a sua prisão.Durante o tempo em que esteve preso,ele escreveu um livro chamado Mein Kampf (Minha Luta), através do qual expunha suas idéias. Após a saída da prisão, Hitler passou a divulgar suas idéias, que, em um país em crise,rapidamente foram se espalhando pela população que queria uma solução rápida para a situação.Devido a isso, Hitler foi nomeado Chanceler em 1933 e assumiu o poder com o título de Führer, iniciando a implantação do III Reich (assista ao video da posse de Hitler no link ao lado) .

Campos de concentração e experiências nazistas


-Campos de concentração espalharam-se por toda a Europa, com novos campos sendo criados perto de centros de densa população inimiga dos nazistas, focando especialmente os judeus,eslavos, comunistas, homossexuais, deficientes físicos e mentais e ciganos. A maior parte dos campos situava-se na área de governo em geral.
-Campos de concentração para Judeus e outros inimigos dos nazistas também existiram n
a própria Alemanha e apesar de os campos de concentração alemães não terem sido desenhados para o extermínio sistemático também serviram para este fim - os campos de extermínio situavam-se todos no leste europeu, a maioria na Polônia - muitos prisioneiros dos campos de concentração morreram por causa das más condições ou por execução.

Alguns Campos de Concentração.

- Sachsenhausen Entre 30 mil e 35 mil pessoas foram fuziladas, enforcadas e morreram vítimas de experiências desumanas no campo de Sachsenhausen, a 35 quilômetros de Berlim. Estima-se que outros milhares de pessoas tenham morrido doentes, por não suportarem o regime de trabalhos forçados. Mas não foi só em Sachsenhausen, também existiam cerca de outros 35 campos que faziam experiências com cobaias humanas.


mapa de campos de concentração (clique no link abaixo):
mapa 1

mapa 2

Campos de concentração e experiências nazistas (continuação)


- Auschwitz-Birkenau À chegada a estes campos, os prisioneiros eram divididos em dois grupos: aqueles que não possuiam nenhuma experiencia profissional para trabalhar e que eram imediatamente eliminados em câmara de gás - que por vezes eram disfarçadas de chuveiros - e seus corpos eram cremados, enquanto que os outros eram primeiro usados como escravos em fábricas e empresas industriais localizadas nas proximidades do campo.

-
Campos de eliminação
Cinco campos —Belzec, Chelmno, MalyTrostenes, Sobibor e Treblinka II — foram usados exclusivamente para o extermínio. Nestes campos, apenas um pequeno número de prisioneiros foi mantido vivo para assegurar a tarefa de desfazer-se dos cadáveres de pessoas eliminadas nas câmaras de gás.

- Ética e Ciência

Existem muitas discussões na questão da ética e da ciência sobre o uso das experiências nazistas na medicina moderna.Os médicos alemães utilizavam-se de experiências macabras para a conclusão de seus estudos, como deixar pessoas em tanques de água gelada até a morte, dissecar cérebro de pessoas vivas, fazer com que as cobaias bebessem apenas água salgada, tratar feridas com veneno, injetar gasolina em corpos vivos, contaminação dos prisioneiros com doenças como a malária, tifo, cólera, entre outras para o teste de medicamentos em geral.

Pesquisa de opinião a respeito da experiências nazistas.

"Os resultados das experiências médicas realizadas nos prisioneiros dos campos de concentração da Alemanha nazista devem ser utilizados pela ciência atual? "

Profissionais da área de justiça.

--Ora se já foram feitas, deveriam ser ultilizadas apesar da crueldade. Portanto não há porque não utiliza-las. As experiências feitas em animais também são cruéis, e no entanto, são utilazadas. Os métodos e as experiências utilizadas pelos nazistas são totalmente represáveis. Que não se repita tamanha atrocidade. Porem se de todo esse sofrimento alguém possa se beneficiar, se beneficiará do resultado e não da atrocidade.

60 anos advogado cível e trabalista.

--Sim, pelo motivo de beneficiar o ser humano atual, não podendo de forma alguma amenizar o que já foi feito de crueldade na época.

63 anos advogado cível, trabalhista e criminalista.

--Sim, pois como já foram cometidas tais atrocidades e injustiças, poderiam ser usadas, além do que, essas pesquisas podem auxiliar muitos profissionais da área da saúde e da ciência atual.
39 anos advogada cível, trabalhista e criminalista.

--Sim, se usados para o bem da ciência atual e da saúde mundial, poderiam ser estudadas e aplicadas, já que tais atrocidades foram cometidas no passado e desde que não sejam usados métodos cruéis como os já cometidos no passado.
46 anos advogado área tributarista.

--Sim, pois se tais experiências já foram feitas, não faz sentido desperdiçar o resultado delas. Deve ficar claro que deve-se extrair somente os resultados das experiências e não à crueldade aplicada.
52 anos advogado áres tributarista.

--Não, pois devido à crueldade de tais experimentos e os métodos usados, a sociedade não deve permitir o uso de tais resultados jamais, pois a ética simplesmente foi atropelada com a morte de milhões de pessoas em experiências montruosas que eram dos nazistas.
50 anos advogado cível, trabalhista e criminalista.

--As experiências foram realizadas por médicos alemães utilizando pessoas sãs como cobaias, lesando-as e mantando-as.Em primeiro lugar, aqueles médicos quebraram o Juramento de Hipócrates, regra de conduta ética-profissional. Em segundo lugar, mesmo em tempo de guerra, não se combate contra civis, respeita-se o direito dos prisioneiros, para fazer uma "guerra justa" como há muito tempo ja é regra do chamado "direito das gentes" do direito internacional. Por derradeiro, como os resultados das experiências foram obtidas de forma ilícita, cruel e injusta devem ser repugnadas pela comunidade científica e enterradas em memória da humanidade.
44 anos advogado atuante em todas as áreas.

--De modo algum posso concordar com a utilização do resultados das experiências realizadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra. Discordo com a visão daqueles que pensam que tais atrocidades poderiam socorrer os atuais os atuais pesquisadores da área médica e científica. Isto porque aqueles eram outros tempos, com recursos limitadíssimos quando comparados com os disponibilizados aos cientistas de hoje.
42 anos advogado trabalhista.

--Depende da forma em que tais resultados seriam usados, sem a vilolência usada e agindo conforme a ética mundial.
35 anos juíz.

--De jeito nenhum. Foram experiências cruéis que atropelaram a ética e nao respeitaram a dignidade do ser humano.
25 anos advogado criminalista.

Profissionais da área de política.

--Assessor Arnaldo Valentim Da Silva assessor Parlamentar Prof Dr em ciência na Unicamp.
Totalmente contra, porque essas experiências foram feitas a partir da violação dos direitos de milhões de pessoas.

--Assessor do vereador Rivail nome Helver Leite de Godoi.
Não acredito que haja tantos ganhos científicos por parte da medicina na época dos nazistas.

--Assessor do vereador Franco Nome Jonas NeriesPedagogo e assessor do Vereador Paulo Buffalo do PSOL da Cidade de Campinas.
Sou contra a utilização das experiências nazistas porque pode estimular outras pessoas sem escrúpulo a usarem para outros fins, podendo acontecer outras mortes de pessoas inocentes. A ciência deve buscar outras alternativas para buscar os conhecimentos necessários ao desenvolvimento humano. Como as experiências são totalmente sem levar em conta os seres humanos, a sua utilização também deve ser condenada.

--Coordenador Técnico da Câmara dos Vereadores e funcionário da Prefeitura Municipal de Campinas.
Sou totalmente contra usar os mesmos métodos que foram usados nos campos de concentração na época do nazismo. No entanto, hoje não dá para apagar o que aconteceu ao judeus nos campos de concentração, o sofrimento por que eles passaram. Por isso devemos usar essas experiências para a ciência para os avanços que eles podem trazer e mostrar para a humanidade o que não devemos fazer, principalmente com seres humanos.

-- Coordenador da campanha do Vereador do PSOL Paulo Búfalo.
Eu sou contra qualquer tipo de experiências nazistas no Brasil, pois é resultado de horrores totalitaristas utilizadas pela ditadura alemã na época da segunda guerra mundial. Acho que tudo deve ser expurgado da história, pois os ditadores não respeitaram o ser humanos, portanto suas experiências também não devem ser respeitadas e muito menos utilizadas pelos homens modernos que são democráticos.

--Funcionário da Prefeitura Municipal de Campinas, indicado pelo vereador Cid Ferreira.
A humanidade presenciou as maiores crueldades praticadas pelos cientistas nazistas na segunda guerra mundial. Ele encontra um argumento na hipótese da seleção natural, de Darwin. Essa concepção constitui ainda um disfarce para função imperialista da ideologia fascista. Se os arianos são os únicos povos fundadores de civilização, podem reivindicar o domínio do mundo, em virtude do seu destino divino. Esta foi uma das justificativas ideológicas para as experiências com judeus que eram considerados raça inferior. Difícil de julgar se as experiências poderão ser usadas sabendo que muitos seres humanos foram massacrados e dilacerados pelos homens de Hitler, mas considero que devemos aprender como lição e jamais se utilizar desses métodos tão desumanos.

--47 anos funcionário público.
Sou contra, porque com o uso dos resultados das experiências nazistas existem seres humanos que vão usá-las não para o bem do homem mas sim para beneficiar a si mesmo.

--Assessor do vereador Feliciano.
Sou contra porque os resultados dessas experiências foram feitas de modo desumano ferindo assim a dignidade do ser humano.

--39 anos auxiliar administrativo da prefeitura municipal de Campinas
Sou a favor, pois mesmo sendo resultados de experiências perversas eles podem salvar vidas futuramente.

Profissionais da área médica.

--Acredito que não devem ser usadas pela ciência,porque as experiências nazistas visavam purificar somente a raça ariana,enquanto as pesquisas científicas atuais visam o benefício de toda a humanidade.
Área de atuação: OftalmologistaIdade: 63 anos Sexo: masculino

--Sim, e elas já estão sendo usadas na ciência atual como anestesias na cirurgia e muitos outros resultados.
Área de atuação: Homeopatia e Medicina do trabalhoIdade: 32 anos Sexo: Feminino

--Sim, desde que somente sejam usados os dados obtidos naquela época e desde que os dados sejam usados em benefício das pessoas.
Área de atuação: GinecologistaIdade: 36 anosSexo: Feminino

--Não, pois a forma que foram utilizadas as experiências foi antiético não respeitando o ser humano.
Área de atuação: Neurologista Idade: 45 anos Sexo: Masculino

--Não, porque não só o método era cruel e desumano como faltava rigor científico devido aos preconceitos da raça ariana.
Área de atuação: Pediatra Idade: 57 anos Sexo: Masculino

--Sim. Mesmo não concordando com os métodos utilizados nas experiências, os resultados não devem ser descartados.
Área de atuação: Urologista Idade: 44 anos Sexo: Feminino

--Não, porque de pouco acrescentariam uma vez que as experiências não poderão ser repetidas.
Área de atuação: enfermeiro idade: 40 anos sexo: feminino

--Acredito que devem ser usadas, desde que esses atos não sejam repetidos.
Área de atuação: CardiologistaIdade: 41 anos Sexo: feminino

--Não, pois os métodos utilizados eram horríveis e desumanos, ultrapassando a barreira ética.
Área de atuação: Ortopedista Idade Idade: 65 anos Sexo: masculino

--Sim, visando apenas o bem social,usando-os para resolver problemas que aflijam a medicina atual.
Área de atuação: Dermatologista Idade: 35 anos Sexo: feminino



fontes de pesquisa:

Wikipédia

Beth-Shalom

Vida de Hitler


Apostilas do Colégio Integral Universidades Ltda.